terça-feira, 13 de janeiro de 2009

CASO ABDELMASSIH: 2° PARTE

O depoimento das mulheres

A executiva Cláudia, 49, alega ter sido assediada pelo médico em 2003: "Aconteceu no dia em que fui implantar os embriões. Estava na sala de recuperação, me arrumando para sair, quando o dr. Roger entrou, me abraçou e disse que tinha pena por meu marido não estar lá. Ele me deu um selinho na boca, eu me afastei. Demorei para entender o que estava ocorrendo, mas aí ele prendeu meu rosto com as mãos e passou a me beijar à força". Ela diz que tentava afastá-lo, mas se sentia fraca por estar voltando de uma sedação. "Juntei as forças que tinha e gritei. Ele se assustou e deixou o quarto"."Cláudia afirma ter entrado em depressão. "Eu carregava cinco embriões em meu útero, não poderia abandonar a chance de ser mãe, mas não queria voltar. Fiquei pensando se tinha culpa, se tinha dado alguma abertura a ele."Ela não contou ao marido e, quando soube que não tinha engravidado, voltou à clínica. "Xinguei, quebrei coisas. Ele ficou impassível. Nunca mais voltei nem tentei mais engravidar. Foi o fim do sonho de ser mãe", afirma. Na época, Cláudia não deu queixa, mas agora, após a abertura da investigação, aceitou falar à polícia.

Em agosto de 2006, outra ex-paciente, Vera, 34, foi à 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de SP registrar boletim de ocorrência contra o médico por "importunação ofensiva ao pudor". Vera diz que estava na sala de Abdelmassih, se despedindo, quando ele "tentou beijá-la à força". Afirmou que o médico agia de "forma natural e perguntava o motivo de ela suar frio". Como Cláudia, Vera também não parou o tratamento, porque já estava na fase de implantação dos embriões, mas exigiu que fosse supervisionado por outro médico na mesma clínica. Ela conseguiu engravidar.

A executiva Bruna, 40, diz que, em 2006, após ter se submetida à extração de óvulos, ainda estava no quarto de recuperação quando foi beijada por Abdelmassih. "À medida que despertava, me vi sentada na maca, escorada pelo médico, que me dizia para continuar beijando-o na boca. Uma das mãos dele estava no meu peito, por dentro do avental cirúrgico. Depois, apaguei de novo". Bruna afirma que, ao recobrar a consciência, viu Abdelmassih com a braguilha da calça aberta, usando a mão dela para se masturbar. "Comecei a chorar. Como se fosse uma coisa normal, ele disse que, se eu não quisesse, ele parava. Ainda antes de deixar o quarto, ele perguntou se eu poderia me vestir sozinha. Saí, fui para a recepção encontrar o meu marido. Só conseguia chorar"."Bruna afirma que não levou o caso à polícia por temer eventual retaliação de Abdelmassih, por ele ser um médico famoso. Mas, por recomendação de um amigo, lavrou uma escritura pública detalhando o episódio.

Um marido disse que ele e sua mulher se sentiram encorajados a denunciar Abdelmassih depois que souberam do comportamento do médico com outras pacientes. “Descobrimos que não estávamos sozinhos". Ele contou que em 2000 Abdelmassih agarrou sua mulher para beijá-la quando ela se despedia do médico após um tratamento para ter filho.

Uma ex-paciente, L., contou ao seu hoje ex-marido, um policial, que 18 anos atrás sofreu uma investida do médico. Abdelmassih teria tentado beijá-la no momento da fertilização.



o depoimento no anonimato




Eu fui vítima deste canalha em 1992, quando ele era um pioneiro e nós, mulheres fragilizadas procurávamos o nosso desejo de ser "mãe". Como todas, fiquei com medo de denunciá-lo por ser tão famoso, afinal não é qualquer que faz um filho para Pelé. (11 de janeiro de 2009)


Também fui vítima desse crápula em 1999 e, a exemplo do que declarou Bruna, também foi após voltar da sedação. Meu caso tem uma agravante, pedi a um médico assistente de nome Pedro, que não me deixasse sozinha com o Roger. Além de não me questionar sobre o pedido, o médico não se aproximou mais de mim durante o tratamento, portanto tenho certeza de que os funcionários eram coniventes com todos os absurdos que aconteciam na clínica.(12 de janeiro de 2009)




sim e tudo verdade este medico tb abusou de minha esposa e tenho um dvd onde ele nao nega estas acusaçoes na epoca como tb ficamos tao confusos que nao denunciamos este monstro mais sabiamos que um dia alguem o faria tb vamos entrar com processo contra este medico roger no ministerio publico e em todos os lugares que for precisos pois sabemos que nao estamos sozinhos nesta batalha


É Verdade, de mim ele até levou um tapa na cara e sai correndo do consultório!Fiz a 3ª tentativa pq já tinha pago, mas nem olhava na "fuça" dele, não engravidei(mas estou muito feliz de não ter colocado um filho no mundo com ajuda deste monstro), não vou mais em médico sem meu marido do lado, se não pode ficar junto, saio da sala e nunca mais volto. Lá é um comércio so querem vender o "pacote",não volto lá nem de grátis!!!BEM FEITO CAFAGESTE.


Ele tambem fez isso comigo!!!Nao falei nada com meu marido pois estava muito fragilizada na epoca(10 anos atras)e alem disso poderia virar um escândalo visto que se tratam de pessoas influentes! So minha mae e uma tia souberam do ocorrido,mas pedi segredo absoluto!Que a justiça seja feita!Deus esta agindo!


Espero que isso tudo não acabe em pizza. Fiz tratamento em 2003 e fui assediada. Não o processei na época porque sei que seria minha palavra contra a dele, mas agora não estou sozinha. Irei à São Paulo pessoalmente para depor contra este monstro.

5 comentários:

  1. A verdade é que ele, Dr. Roger, assediava todas as mulheres bonitas que apareciam na sua clínica, e isso era visível.

    ResponderExcluir
  2. E que se for essa a verdade que todas consigam JUSTIÇA!
    Agradecemos sua visita e seu comentário.

    Maria Célia e Carmen

    ResponderExcluir
  3. Esse verme merece estar na cadeia, usava as mulheres fragilizadas para se satisfazer, com tanto dinheiro deveria procurar prostitutas pois somente essas coitadas que sao pagas aguentariam um verme nojento destes. Sera feito justica. As impunidades neste pais devem acabar. A Clinica dele esta completamnet desclassificada deveriam fechar aquele espelunca.

    ResponderExcluir
  4. REALMENTE A IMPUNIDADE TEM QUE ACABAR!
    E SE FOR ESSE O CASO, SERÁ PUNIDO COM CERTEZA!!!

    OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO

    MARIA CÉLIA E CARMEN

    ResponderExcluir
  5. ESPERO QUE TENHA UM MINIMO DE JUSTIÇA CONTRA ESTE VAGABUNDO ESTUPRADOR DE ALTA CLASSE.
    EM UM PAÍS SÉRIO,ESTE DESGRAÇADO NÃO SAIRIA DA CADEIA.

    ResponderExcluir

Verbratec© Desktop.