sexta-feira, 3 de maio de 2013

Corpo de João Goulart pode passar por exumação


O corpo do ex-presidente João Goulart pode passar por um processo de exumação com o objetivo de determinar se ele foi vítima de envenenamento. A investigação está sendo realizada pela Comissão da Verdade e pelo Ministério Público Federal, a pedido da família de Goulart.

O ex-presidente foi deposto em um golpe militar em 1964 e se exilou na Argentina. Ele morreu em 1976 supostamente devido a um ataque cardíaco. Porém, o depoimento de um ex-agente da inteligência uruguaia colocou a versão em dúvida.

Mário Barreiro afirmou que o Goulart teria sido envenenado em uma ação relacionada à Operação Condor, um ação conjunta de governos militares da América do Sul.

Antes da possível exumação, peritos devem avaliar se o processo será capaz ou não de esclarecer a suspeita.


BBC Brasil

Um comentário:

  1. Os bons que poderiam atrapalhar o GOLPE foram mortos.

    ResponderExcluir

Verbratec© Desktop.