quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Adolescentes são exploradas sexualmente na Rocinha


Com o consentimento das mães, adolescentes entre 15 e 17 anos são vítimas de exploração e turismo sexual na maior favela do Brasil

Localizada no Rio de Janeiro e considerada a maior favela do Brasil, a Rocinha se tornou alvo para o turismo sexual de adolescentes. Exclusivamente destinado a estrangeiros, o programa com garotas de 15 a 17 anos chegava a custar até R$ 500, oferecido pelo cabeleireiro Demian Alves Lopes.

Durante 15 dias de escutas autorizadas pela Justiça, a Polícia Civil do Rio de Janeiro registrou mil ligações em que o cabeleireiro negocia os programas, além de venda e compra de drogas. A denúncia foi feita no Fantástico, da Rede Globo, no último domingo (28).

A reportagem mostra também o consentimento das mães das garotas, quando uma das adolescentes avisa a mãe sobre o programa e a promete R$50. Para isso, o Ministério Público vai pedir à Justiça que as mães dessas adolescentes vítimas da exploração sexual, percam a guarda das filhas e também dos irmãos delas.

Segundo reportagem do G1, o esquema criminoso de turismo sexual com adolescentes ganhou espaço na comunidade depois da entrada da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e virou uma alternativa de traficantes para ganhar dinheiro.

promenino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Verbratec© Desktop.