domingo, 13 de dezembro de 2009

Pai leva filho de 15 anos para fazer vídeo pornô em motel


Um comerciante foi preso na última quinta-feira (10) em Vila Velha acusado de pedofilia. O mais impressionante é que ele levou o próprio filho de 15 anos para um motel para filmar imagens dele mantendo relações sexuais com duas adolescentes, de 14 e 16 anos.
Apesar do vídeo ser caseiro, a produção chamou muito a atenção do delegado Marcelo Nolasco, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, pois há características de uma produção profissional.
O vídeo tem duração de seis minutos e tem edição de som com um música de funk, há fotos produzidas das adolescentes com roupas íntimas e no final há créditos com os nomes dos "atores" e "participantes" do filme.
Por enquanto, não há informações se o comerciante iria vender ou reproduzir cópias. O delegado irá investigar esta possibilidade.
As investigações começaram com o monitoramento das duas adolescentes feito pelo Juizado da Infância e Juventude de Vila Velha.
A partir desse monitoramento, a polícia chegou até o comerciante. Ele tem 41 anos, é separado e tem um trailer de lanches em um bairro em Vila Velha.
O material apreendido foi encontrado dentro da casa dele. A polícia cumpriu o mandado de busca e apreensão expedido pela juíza Patrícia Neves e apreendeu o computador dele, uma máquina digital com fotos pornográficas das meninas e o vídeo.
As gravações do vídeo foram realizadas no dia 25 de novembro de acordo com o depoimento do adolescente e filho do comerciante preso. O comerciante foi preso e autuado por produzir imagens com cenas de sexo com adolescentes e por incitar o próprio filho ao crime.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário